Les Champs Vila São Francisco, Osasco | SF Construtora

      Um levantamento realizado pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas FIPE  apontou Osasco como o terceiro metro quadrado mais caro no Estado de São Paulo, com valor médio que varia de R$ 5 a R$ 6 mil. A cidade se destaca no índice desde 2014, primeiro ano em que chegou no pódio de preços da Região Metropolitana, quando na época, ocupava a segunda posição.

       O Diretor regional do Secovi em Campinas, Marcelo Coluccini, afirmou que uma das razões para o metro quadrado ser tão caro, mais elevado inclusive que municípios à beira da praia, é o potencial industrial, cultural e de educação da cidade. Além disso, a pouca oferta de terrenos colabora para o aumento do valor.

       “É uma junção de fatores. Em Osasco, existe uma baixa oferta de terrenos, além disso, a mão de obra é muito cara, porque o custo de vida é alto, então o preço vai lá em cima. Isso tudo gera um aumento muito grande no valor do imóvel e como consequência a população paga por metro quadrado tão elevado desse jeito, que só é menor que São Paulo e Campinas, duas metrópoles regionais”, explicou.

       Segundo o Estadão, Osasco é a cidade que mais lançou apartamentos na Grande São Paulo, fato ocorrido pela constante procura por imóveis de diferentes tipologias na cidade. Nos lançamentos de 2019, encontra-se apartamentos desde 40m² até 306m², variedade essa que não era vista há muitos anos dentre os lançamentos locais.


Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem