Foto de TV Osasco

A região que compreende as cidades de Osasco, Barueri, Carapicuíba, Itapevi e Jandira é considerada a região com maiores índices de poluição da Região Metropolitana de São Paulo, segundo medições realizadas pela CETESB. Segundo o último levantamento anual de PM2.5 (fuligem) foi de 30.03, ou seja, três vezes maior que o limite estabelecido pela OMS.

As mortes atribuíveis à poluição em Osasco foram 428, internamentos por doenças atribuíveis à poluição foram 1.267 e o Gasto Público do município e órgãos públicos devido às internações foi de R$ 2.233.844,00.

Os principais fatores que contribuem com tais dados é o fato de Osasco ter a segunda maior frota de veículos do Estado em um perímetro com dimensões de um bairro Paulistano e ter pouco mais de 3% de áreas verdes destinadas ao lazer e recreação. A Secretaria do Meio Ambiente têm tomado medidas a incentivar a arborização, mas esse fato está longe de suprir o déficit na qualidade do ar local. 



Postagem Anterior Próxima Postagem