Visconde
A Avenida Visconde de Nova Granada é considerada uma novela pelos moradores de Osasco. Com construções iniciadas na gestão do ex-prefeito Ceslo Giglio (PSDB), o projeto inicial previa que a Avenida cortasse a cidade da Autonomistas até a Raposo Tavares, mas desde os anos 1990 até 2019 o projeto foi concluído até a Praça do Salgado, no Vila Yolanda.

Com o passar dos anos, a continuação da Avenida passou a envolver diversas problemáticas, uma delas foi o fato da Favela 13 estar exatamente no meio do caminho para a conclusão da Visconde. A comunidade fica exatamente na beira do Córrego João Alves, espaço natural que "desenharia" o percurso do projeto em sua concepção. Por conta dessa questão, na gestão Emídio de Souza (PT), a Prefeitura de Osasco criou um projeto de reurbanização da área ocupada, porém, esse projeto nunca foi pra frente.

Na gestão de Jorge Lapas (PDT) foi concluído o trecho compreendido entre os bairros Vila Yolanda, Cipava e Jaguaribe, até a Praça do Salgado. As obras contaram com a canalização de parte do Córrego João Alves e a construção de uma ciclovia sobre as obras. Na mesma gestão, foi prometido uma bifurcação que contaria com um túnel até a Rodovia Raposo Tavares e uma bifurcação até a Avenida Flora, no Jaguaribe.

Na gestão do atual prefeito Rogério Lins (PODE), a única obra realizada foi a revitalização do canteiro central no Largo do Salgado, mas não se ouve mais falar sobre a continuação das obras, o que é frustrante para a população da cidade após anos de espera. 
Postagem Anterior Próxima Postagem