Jardim Conceição | Fonte: Reserva Toscana

O Jardim Conceição é resultado de uma ocupação irregular que ocorreu há quase cinquenta anos e teve sua regularização fundiária conquistada definitivamente entre 2013 e 2014 por meio do Programa Subsídio Habitacional, do Governo Federal. O bairro atualmente é regularmente loteado e nos últimos anos tem sofrido com uma intensa especulação imobiliária que o levou a ser a área mais populosa de Osasco com mais de 31 mil habitantes.

Nos últimos anos, principalmente com a expansão dos aplicativos de transporte individual, o Conceição têm se destacado negativamente quando o assunto é criminalidade. O bairro encontra-se na "black list" dos aplicativos Uber, 99 Táxi e por muito tempo do Waze devido ao grande número de golpes e assaltos aos motoristas. Além disso, o tráfico de drogas e assaltos à população tem sido constantes na região. Na última semana um carro forte foi roubado por meliantes fortemente armados.

Os principais alvos da onda de assaltos pela qual o bairro passa desde 2017 são os novos moradores dos condomínios recém construídos na Rua Pernambucana. Uma reportagem do SBT já destacou os casos de assalto nas imediações do bairro entrevistando diversos moradores que estão aterrorizados pela criminalidade: "As pessoas evitam ir ao mercado (na rua dos condomínios) durante a tarde e a noite devido ao medo dos assaltos. Um apartamento do oitavo andar do condomínio foi atingido por um tiro. Foi sorte ninguém ter ficado ferido".

A falta de uma delegacia de polícia ou base da Guarda Civil Municipal faz com que os moradores sintam-se vulneráveis à essas ações. População chama atenção pelo fato dos únicos instrumentos educacionais relevantes próximos ao local não darem conta da demanda. Uma das unidades da Fundação Bradesco e um CEU das Artes prestam serviço para a comunidade local, mas estão longe de suprir a demanda educacional, cultural e de lazer da região. 

Moradores reivindicam melhor iluminação pública, condições das calçadas e videomonitoramento, serviço já presente em diversas regiões de Osasco. Além disso, fazem um apreço para uma presença efetiva tanto da Polícia Militar quanto da PM. Segundo a Prefeitura de Osasco, ações já foram tomadas, como por exemplo, a inibição do baile funk que existia nas proximidades do Posto de Saúde do bairro, mas ainda assim, há muito o que ser feito.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem