Oriundo do antigo Instituto de Aposentadoria e Pensão dos Industriários, esse loteamento e bairro data da década de 50. 

O bairro é composto pelos prédios do INOCCOP, pelas casas do antigo loteamento IAPI e pelo loteamento social, hoje denominado de Jardim Canaã. 

A INOCOOP é responsável por diversos loteamentos que vieram a se tornar grandes bairros de classe média pela Região metropolitana de São Paulo.

Antes da construção da Rodovia Presidente Castello Branco, o IAPI e o Piratininga eram praticamente o mesmo loteamento, mas a parte mais próxima do Tietê começou a ser formada como uma área industrial e os arredores dos conjuntos da INOCOOP a área residencial. Quando houve a construção da rodovia, os bairros foram de fato separados.

Já o projeto do Canaã surgiu na década de 90 e recebeu esse nome por seu significado de “terra prometida”, tendo sido implantado em 1991. 

Foram ocupar o loteamento Canaã moradores de várias favelas da cidade como a extinta favela do Buraco Quente, localizada no Jardim das Flores (atual Parque da FITO) e a extinta favela B, localizada no bairro Helena Maria. 

Outro fator importante para a formação dos primeiros bairros da cidade foi a canalização, ainda que parcial, do braço morto do Rio Tietê que possibilitou o surgimento do loteamento do Jardim Rochdale, Jardim Piratininga e IAPI na Zona Norte.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem