Rua Primitiva Vianco
Rua Primitiva Vianco

Quem anda durante o dia pela Rua Dona Primitiva Vianco, no centro de Osasco, não imagina a mudança drástica pela qual o local passa ao anoitecer. A rua, assim como outros locais ao redor do famoso Corredor de compras Antônio Agu, fica tomada por espaços escuros, vazios e totalmente propícios para a ocorrência de assaltos ou outros delitos comuns em grandes cidades.

Apesar do grande movimento diurno, as lojas da Primitiva começam a fechar às 18h por uma questão de segurança. Depois das 19h o perfil do espaço muda drasticamente. Só se vê movimento de verdade nas imediações dos pontos de ônibus. O caminho percorrido até esses pontos de "segurança" é cheio de incertezas e de "limbos" onde o pedestre não sabe o que pode acontecer.

Rua Primitiva Vianco
Rua Primitiva Vianco

Na última revitalização do centro de Osasco, no final da gestão Emídio de Souza (PT), as calçadas da rua sofreram certa diminuição para que uma nova faixa para veículos fosse implantada, além de vagas destinadas à Táxis e Zona Azul.  Com isso, os compradores da região central sentiram-se menos confortáveis em se deslocar até a segunda via principal do centro para complementar suas compras realizadas no Calçadão.

A revitalização da região central da cidade não deve se limitar apenas a questão estética. Por meio de legislações deve-se incentivar fachadas cada vez mais ativas e é claro, o comércio noturno. Com comércio as ruas tem "olhos" cada vez mais atentos às barbáries que podem ocorrer por ali, além de deixar uma sensação de segurança à todos que precisam percorrer aquele espaço para voltarem para as suas residências.  Um fato é que todas as travessas dos dois corredores de compras do Centro de Osasco passam por esse processo de "mortificação" noturna, como isso não faz bem para nenhum espaço público, a Prefeitura deve incentivar cada vez mais o uso das calçadas pelos pedestres e moradores da região central, para que assim a cidade torne-se a cada ano um local menos hostil de circulação.
Postagem Anterior Próxima Postagem