Calçadão de Osasco

Na última semana foi amplamente divulgado um concurso nacional promovido pela Prefeitura de Osasco que tem como objetivo eleger um projeto de revitalização para o Calçadão da Rua Antônio Agu e arredores, no coração do centro de Osasco. Algumas das sugestões apresentadas pelo executivo da cidade são a cobertura do corredor de compras e suporte para comércio 24h.

Antes mesmo de ser lançado, o concurso deu o que falar. Na última quarta-feira (17) foi veiculado no telejornal SP1 da Rede Globo de televisão que uma das pretensões do projeto seria a realocação de ambulantes e das barracas de cachorro quente. A partir daí os moradores começaram a se manifestar nas redes sociais da cidade sobre a possibilidade da Prefeitura retirar as palmeiras imperiais ali plantadas e a repercussão, é claro, não foi muito boa.

Osasco

Quando questionada, a Prefeitura informa que o projeto eleito será o que mais compreende quais são as reais necessidades do centro de Osasco. Com poucas lixeiras, mobiliários urbanos e um grave problema com alagamentos, o desafio dos engenheiros e arquitetos que se propuserem a competir pela vitória será grande. As reformas das últimas gestões foram apenas de cunho estético e não estrutural.

O calçadão de Osasco não é o primeiro da Grande São Paulo que pode ser coberto. Santo André, no ABC Paulista foi pioneira na região metropolitana quando o assunto foi a cobertura de um grande centro de compras. O telhado do Calçadão Oliveira de Lima é transparente e pode abrir em dias muito quentes, possibilitando vegetação em seu interior.

Santo André
Fonte
Além do medo de retirada da vegetação, a população também se preocupou com a maior tradição da cidade: As barraquinhas de Cachorro quente. Durante o SP1 foi informado que elas poderiam (ou não) ser removidas do corredor, depende na verdade do projeto que será adotado pelo poder público municipal. Com diversos rumores, a população de Osasco espera ansiosamente pelo resultado da licitação.

A Competição

De 16 de Julho até 16 de Agosto as inscrições para participar do concurso estarão abertas no site da Associação de Engenheiros e Arquitetos de Osasco. Para participar bastar ter CAU ou CREA ativos e estar formando em alguma instituição de ensino superior nas áreas, além de residir no Brasil.

O primeiro lugar, além de ter o projeto escolhido, receberá uma premiação de R$ 20.000,00 líquidos da Prefeitura de Osasco.
Postagem Anterior Próxima Postagem