Moradores do bairro Jaguaribe, localizado na Zona Sul de Osasco, tem reclamado constantemente de assaltos e pancadões na região da Avenida Flora, nas proximidades com a Favela 13, que ultimamente tem se expandido até a Avenida principal do bairro.

Os condomínios Amazônia e Mata Atlântica (foto ao lado) estão localizados na Avenida Flora, principal via do Jaguaribe. Esse ponto da Avenida fica imediatamente ao lado da Favela 13, localizada no Santo Antônio que tem se expandido até o "campinho" localizado na mesma via dos residenciais. O terreno do qual a Favela faz parte chegou a receber o projeto de um grande parque, que não chegou a se concretizar devido ao intenso crescimento da Comunidade.

"Comprei meu apartamento no Amazônia há 7 anos, a favela já existia mas não nessas proporções. Agora eles estão invadindo o terreno que fica na Avenida Flora, um entra e sai absurdo de carros todos os dias e quando chega no Fim de Semana não temos mais paz. De sexta à domingo a nossa parede chega a tremer de tão alto que é o som.", desabafa moradora Juliana Leme.


A Favela 13 é conhecida por ser uma região perigosa há anos, mas essa fama se restringia a região do bairro Santo Antônio, que possuí divisa direta com a comunidade. Deliverys de restaurantes e aplicativos cobram a mais para entregar no bairro por conta do Jaguaribe ser líder em roubos de motocicletas em Osasco.

"Eu faço academia no centro comercial Osasco Center Sul e fui assaltada ontem (18 de junho) no caminho, sendo que moro imediatamente ao lado", desabafa moradora Letícia Rabelo.

Existe um projeto de reurbanização para o local desde a gestão do Emídio de Souza (PT), projeto esse que nunca se concretizou sem um motivo aparente. O projeto faz parte da ampliação da Avenida Visconde de Nova Granada, obra prometida desde a década de 1990.

Moradores informam que entram em contato com a Prefeitura Municipal via 156, com a Polícia Militar e até com vereadores, mas até hoje ninguém conseguiu resolver essa questão. 

Postagem Anterior Próxima Postagem