(Rogério Lins, prefeito da cidade de Osasco - Imagem: Instagram / @rogeriolinsoficial)


A ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), aprovou neste domingo (17) duas vacinas para uso emergencial: a Oxford-AstraZeneca, solicitada pela Fiocruz e a CoronaVac, produzida pelo Instituto Butantan e pela Sinovac. 

Eduardo Pazuello, ministro da saúde, afirmou que a partir de segunda-feira (17/01) iniciará a distribuição de 6 milhões de doses da CoronaVac para todos os estados. 

O prefeito Rogério Lins em sua rede social, informou aos seus seguidores que já tem um plano de vacinação para a cidade e comemorou a liberação da vacina, anteriormente ele já havia informado a compra de 400 mil seringas e agulhas destinadas a imunização da população Osasquense. 

O Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação prevê alguns grupos prioritários para receber a vacina, sendo: trabalhadores da área da saúde, pessoas de 60 anos ou mais institucionalizadas, população idosa a partir dos 75 anos, indígenas e comunidades tradicionais ribeirinhas e quilombolas, durante esta primeira fase.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem

Segurança

Saúde